Buscar
  • Michelle Bloedow

Café com barro


A cerâmica é a arte ou a técnica de produção de artefatos de objetos tendo a argila como matéria-prima. Qualquer classe de material sólido inorgânico, não-metálico que seja submetido a altas temperaturas na manufatura.


O termo argila corresponde aos minerais que apresentam tamanho inferior a 2 µm em uma rocha. Essa definição granulométrica é uma herança dos estudos petrográficos efetuados pela microscopia óptica no fim do século XIX, quando os cristais que apresentavam tamanho inferior a 2 µm (micrômetro) não podiam ser distinguidos, sendo classificados pela denominação genérica "argila".

Hoje, a denominação argila difere em função dos campos de estudo. Assim, em geotecnia, na qual o que interessa é sobretudo o comportamento mecânico dos solos, designa-se argila os materiais de granulometria inferior a 4 µm. Em mineralogia, argila não se refere simplesmente a partículas definidas por um determinado tamanho, mas a certos minerais. O termo é, nesse caso, usado para descrever os filossilicatos, e mais particularmente, aos argilo minerais.


O Ceramista


A oficina de oleiro é considerada a mais antiga das indústrias, isto porque a humanidade, na pré-história, começou a substituir os vasos de cerâmica pelos vasilhames (utensílios domésticos) feitos de porongos, cocos e cabaças, entre outras cascas utilizados para o armazenamento de alimentos.

A manufatura de objetos do barro e o surgimento de oficinas de oleiro ocorreu no período neolítico, quando os povos ou sociedades iniciam a confecção de instrumentos mais sofisticados para sanar o problema do armazenamento ou do preparo dos produtos oriundos da produção agropastoril, principal característica da revolução neolítica.


No Brasil


A técnica da queima do barro ou terra queimada já era de conhecimento dos índios aborígenes que viviam nas terras do atual território brasileiro. Os colonos portugueses nada de novo trouxeram, restringindo-se apenas a estruturar e concentrar a mão de obra. A modernização da técnica no Brasil colonial ocorreu com a ajuda dos padres jesuítas, que transformam o rudimentar processo numa produção seriada, quando introduziram o uso dos tornos e das rodadeiras..


Portugal


O processo de fabrico da Louça preta de Bisalhães, em Vila Real, foi classificado pela UNESCO como Patrimônio Imaterial da Humanidade em 2016. Esta distinção surge no seguimento de uma candidatura apresentada pela Câmara Municipal de Vila Real dada a necessidade de preservar esta atividade que se encontrava em vias de extinção. O processo de fabrico de barro negro existe, pelo menos, desde o século XVI. Esta distinção permitiu implementar um plano de salvaguarda que vai desde a "formação de oleiros, passando pela certificação do processo e até ao incentivo de novas utilizações e designs para este material único”.


Europa


Existem peças de cerâmica (artesanato) encontradas em terra que na atualidade fazem parte do continente europeu que datam de 6000 a.C., mas somente em 1200 a.C é que são fabricados os primeiros tijolos na Europa, indicando, assim, a provável data do surgimento das primeiras oficina de oleiro no velho continente.

22 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo