Buscar
  • Michelle Bloedow

Os benefícios da prática da cerâmica



O ritmo de vida que assumimos na sociedade contemporânea muitas vezes não permite que possamos perceber as necessidades de nosso corpo, espírito e alma. As crescentes demandas por mais informação, produtividade, finanças levam a fortes compromissos com o mundo externo, e relegam nossa vida interior a um segundo plano. Com o tempo, essa dissociação entre o que o mundo espera de nós, o que podemos de fato realizar e principalmente, o que nossos anseios internos indicam para nossa vida, gera ansiedade, depressão, crises e síndrome de burnout, ou mesmo adoecimentos ainda piores.

É preciso ouvir a voz que vem de dentro, mas como? Uma das formas de fazer isso naturalmente, sem técnicas milagrosas ou gurus, é produzir arte, mesmo despretensiosamente. A crença limitante na necessidade de um dom especial pode ser deixada de lado: na arte a máxima de que a prática leva a perfeição é a realidade. E nesse ponto a cerâmica é uma das atividades que está à frente, levando seus praticantes a momentos de relaxamento e bem estar, com a percepção de constante crescimento e melhora técnica.

Listo abaixo alguns dos benefícios ligados à prática da cerâmica: 1. Melhora a concentração, a atenção e a memória 2. Amplia a consciência física e mental 3. Alivia tensões 4. Aumenta a autoestima e o autoconhecimento 5. Ajuda a refletir 6. Proporciona crescimento da autoconfiança 7. Aumenta a motricidade e as habilidades físicas 8. Diminui o stress 9. Ensina a ter paciência

A produção de objetos utilitários ou esculturas é muito compensadora, pois o resultado passa a fazer parte de sua vida e atua como uma recompensa palpável pelo esforço empreendido nas horas de concentração durante a construção do trabalho manual. Você passa a tomar o café na xícara que você mesmo fez, ou vê as frutas na “sua” fruteira, ou ainda decora sua casa ou espaço de trabalho com uma peça

de sua autoria, presenteia de forma original; acima de tudo, você vê sua obra ocupando espaço no mundo, assim como você cria também esse seu espaço próprio, com a “sua cara”.

A medida que aprende novas técnicas, passa a projetar e planejar como construir coisas novas, auxiliando na organização mental e no planejamento do tempo. O uso constante de ambas as mãos favorece a concentração e o uso de ambos hemisférios cerebrais simultaneamente, com atenção integral, o que leva o praticante a viver o tempo presente de forma natural, como um tempo de meditação. Assim, depois de uma aula com pouco mais de duas horas de duração, o praticante transforma os sentimentos com tinha ao chegar no ateliê em outros, fruto do tempo que passou em contato com o barro, sendo muito comum o relato de estarem mais leves após a atividade.


A cerâmica tem técnicas primitivas que remontam aos tempos das primeiras civilizações humanas, pode ser feita com poucas ferramentas além das mãos, tem um custo baixo para sua produção, que é o barro – muitas vezes coletado diretamente da natureza, e com capacidade de reciclagem beirando o infinito. A queima pode ser feita em fornos de diversos tipos, desde a opção elétrica ou a gás, mas indo também a queimas a lenha, como ainda hoje muitos fazem, desde fogueiras aos famosos fornos noborigama. Os resultados podem chegar de formas simples ou rústicas até designs modernos, sofisticados e complexos, conforme a imaginação e ao avanço das habilidades de cada um. Trata-se de uma forma muito econômica de criar e ampliar um diálogo interno, de permitir que as expressões do inconsciente surjam e nos mostrem novos e melhores caminhos na vida, mais equilibrados e em consonância com nossos objetivos de vida mais profundos.

Conheça mais sobre a prática da cerâmica, modele o barro com suas mãos e sinta os resultados dessa prática para além dos objetos, mas na sua vida. * Michelle Bloedow é publicitária formada pelo Centro Universitário Metodista de Porto Alegre, ceramista há 12 anos com formação pelo Atelier Livre de Porto Alegre, arteterapeuta em formação pela Psiquê Clínica Terapêutica, participa da Associação de artistas Ateliê Um e é sócia-proprietária do ateliê Le Petit Estúdio Criativo.

** Texto publicado no Jornal Nosso Bem Estar de Porto Alegre, edição de Junho de 2019, na página 11.


14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Rua Tomaz Flores, 327 Porto Alegre RS Brazil 90035-201

051981938293

©2018 by Le Petit - Estúdio Criativo. Proudly created with Wix.com